Descrição da Posição

Assessor Clínico de C&T para Adolescentes e Jovens
Localização Mozambique - Gaza
Duração da jornada Tempo Inteiro
Candidatar-se Agora

ELIZABETH GLASER PEDIATRIC AIDS FOUNDATION

DESCRIÇÃO DE TAREFAS

 

Posição:                     Assessor Clínico de C&T para Adolescentes e Jovens

Departamento:        Técnico

Data:                         Julho de 2020

Localização:             Baseado com Gaza com apoio a Inhambane

Reporta à:                Gestor Provincial de Serviços Clínico

 

 “Às vezes, na vida, há um momento em que é possível fazer uma mudança para melhor.

Este é um daqueles momentos”

-Elizabeth Glaser

 

A Elizabeth Glaser Pediatric AIDS Foundation é líder global na luta contra o HIV e SIDA pediátrica, trabalhando em 16 países e em mais de 5.000 locais em todo o mundo para impedir a transmissão do HIV para crianças e ajudar as pessoas já infectadas. Hoje, devido ao grande sucesso do trabalho da Fundação e de seus parceiros, o SIDA pediátrico foi praticamente eliminado nos Estados Unidos. Com uma equipe global crescente de mais de 3.100 - nove em cada 10 que trabalham no campo - a missão global da Fundação é implementar prevenção, cuidados e tratamento; avançar a pesquisa inovadora; e executar actividades estratégicas de advocacia globais e direccionadas para trazer mudanças dramáticas à vida de milhões de mulheres, crianças e famílias em todo o mundo.

 

Responsabilidades Gerais

O Assessor Clínico de C&T para Adolescentes e Jovens irá assegurar apoio a DPS e SDSMAS através de assistência técnica aos provedores de saúde que prestam serviços clínicos nos SAAJs das US, na oferta de  C&T para os adolescentes e jovens identificados como HIV positivos, e na oferta de pacotes de promoção da saúde em geral para todos os adolescentes e jovens que frequentam as US.

Assegura ainda intervenções visando a promoção de adesão e retenção dos adolescentes e jovens aos cuidados e tratamento e a ligação entre os SAAJ e a comunidade.

As actividades do Assessor Clinico de C&T para Adolescentes e Jovens devem incluir a operacionalização de fluxograma de atendimento, sistemas de referência e contra referência entre sectores das US e entre a US e a comunidade de forma bi- direcional, assegurar ainda a colaboração na implementação dos clubes de adesão. O mesmo deverá articular permanentemente com a equipa multidisciplinar da EGPAF que apoia os SDSMAS/USP do distrito.     

O Assessor irá desenvolver as suas actividades focando-se nas US de distritos DREAMS (Chokwe, Limpopo, Chongoene, Xai Xai Cidade e Guija em Gaza e Maxixe no caso de  Inhambane) assim como nas sedes distritais com SAAJ específico naqueles distritos que não estão abrangidos pelo DREAMS.

 

Tarefas Específicas

  • Assistir aos provedores dos SAAJ na operacionalização de fluxogramas de atendimento para adolescentes e jovens  nos diferentes pacotes de serviços oferecidos no SAAJs (C&T, SMI/PTV, CACUM, VBG, atendimento clinico no geral);
  • Colaborar com as equipes de saúde  da US para assegurar o funcionamento do sistema de referência entre os serviços  de SAAJ e SMI&PTV, TARV, PNCTL dentro da Unidade Sanitária e estabelecer a ligação Unidade Sanitária - Comunidade de forma a garantir a adesão aos serviços de PTV, CCR e C&T por parte dos adolescentes e jovens;
  • Apoiar a criação de clubes de adesão e dar seguimento a seu funcionamento junto ao Oficial Sénior de Apoio Psicossocial;
  • Apoiar aos provedores de saúde na identificação e seguimento de adolescentes e jovens com CV> 1000 cópias com forme a orientação nacional;
  • Fazer tutoria com os provedores dos SAAJ na prestação de serviços qualidade de SMI/PTV, C&T, VGB e clinica geral oferecidos aos adolescentes e jovens assim como na gestão dos casos complicados;
  • Assegurar e apoiar o registo de qualidade de todos os serviços clínicos oferecidos no SAAJ nos  seus respectivos instrumentos (registos de SMI, livros de SAAJs, Ficha Mestre, resumos mensais, etc...) assim como nos instrumentos relativos ao layering e o DREAMS nas US donde são implementados;
  • Trabalhar em colaboração com o ponto focal provincial para DREAMS assim como as enfermeiras DREAMS e mentoras comunitárias baseadas nos distritos;
  • Apoiar os Oficiais de M&A de EGPAF no processo de capacitação do pessoal de saúde em relação a colheita de dados, elaboração de relatórios, uso de informação para a tomada de decisão e melhoria na qualidade de dados para o programa de C&T, actividades de AT e C&T, incluindo o layering tool;
  • Assistir as US para assegurar um sistema de referência e contra referência efectivo entre a US,  a comunidade e a escola para o seguimento das adolescentes e jovens abrangidas pelo DREAMS;
  • Apoiar  na elaboração e  submissão dos relatórios mensais e trimestrais do programa de PTV e C&T , DREAMS, SAAJs;
  • Nos distritos abrangidos pelo DREAMS, prestará assistência nos cantos escolares no caso que for requerida (mesmo tipo de assistência que é oferecida nos SAAJs) ; assim como poderá vir apoiar em actividades iniciadas pelo parceiro comunitário, se as mesmas vão facilitar a completude dos pacotes e intervenções das adolescentes e jovens abrangidas pelo DREAMS;
  • Participar nas supervisões de nível provincial e central que sejam feitas no âmbito do DREAMS, programa de HIV assim como no âmbito do programa SAAJ.

 

Responsabilidades Adicionais

  • Apoiar a equipe de gestão provincial sempre que necessário quanto a supervisão e levantamento a serem feitos em relação a reabilitações, equipamento e material médico para as várias componentes do programa nos sectores pelos que responde;
  • Apoiar a equipe de gestão provincial na execução dos orçamentos disponíveis referentes ao programa de PTV e C&T ligadas aos SAAJs e actividades DREAMS;
  • Apoiar e coordenar as actividades de pesquisas operacionais que estejam em curso na área de atuação, referentes ao programa de DREAMS e SAAJ;
  • Apoiar  nas actividades de capacitação do staff da DPS nas áreas relevantes.

 

Qualificações requeridas

  • Licenciatura em Medicina Geral com conhecimentos e experiência em HIV e SIDA, Saúde Reprodutiva e Infantil;
  • Experiência em abordagens de ligação Unidade Sanitária-Comunidade;
  • Pelo menos dois (2) anos de experiência na implementação e monitorização de programas de cuidados e tratamento para PVHIV nas áreas de SMI e TARV adulto e pediátrico;
  • Experiência e facilidades em desenvolver ligações e trabalho com a DPS, SDSMAS, US e comunidades;
  • Fluência na língua portuguesa;
  • Saber falar e escrever em Inglês é uma vantagem;
  • Facilidades de trabalhar em equipa e boa comunicação interpessoal;
  • Capacidade de trabalho sob pressão;
  • Conhecimento em informática nos pacotes: Word, Excel, Microsoft Outlook;
  • Disponibilidade para fazer viagens regulares dentro da província.